Processando o banco de dados de nosso coração

À escrivaninha. 21ºC lá fora. Céu maravilhosamente azul pincelado de nuvenzinhas. Uma lufada de vento fresco. Clima tristemente outonal. Os níveis de estresse estão altos. A pandemia segue mudando estilos de vida e interferindo em relacionamentos. A convivência compulsória, durante 24 horas, tem afastado pessoas. Assisto, impotente, pessoas queridas enfrentando conflitos familiares e pessoais, fim … Ler mais

A vida é muito curta para ser ressentida

À escrivaninha. 27ºC lá fora. Céu encoberto com um tom azul acinzentado. O sol apareceu, pela manhã, e foi embora no meio da tarde. Não aprecio dias nublados. Passamos por uma pandemia de Covid-19, e ninguém imaginou o quanto seria terrivelmente longa e dolorosa. As perdas que enfrentamos, em todos os aspectos, são insuperáveis. A … Ler mais

De que sentimentos preciso nestes tempos tão estranhos?

À escrivaninha. 23°C lá fora. Céu encoberto e uma brisa fria sugerem meias para aquecer os pés. Estive pensando a respeito de mudanças necessárias em meu estado de espírito, daqui para a frente. Há sentimentos que, definitivamente, precisam ser alimentados. Outros, devem ser exterminados de minha vida. Nestes anos de pandemia precisamos de muita sabedoria para equilibrar emoção … Ler mais

Apenas continue a viver da melhor forma todos os dias

À escrivaninha. 22°C lá fora. Céu nublado. A chuva vem toda noite. Outono. Observo meus braços e pernas mais flexíveis e fortes, e minha postura muito melhor. Minha professora e treinadora de ginástica percebeu meus ombros alinhados, não mais caídos ligeiramente para a esquerda. Agora tenho uma marcha mais centrada e correta. E uma postura protetora ao … Ler mais

Como manter o sorriso na pandemia

À escrivaninha. Faz 32°C lá fora. Céu nublado, sol escondido enganando os incautos que saem para caminhar sem filtro solar. Pela primeira vez, este ano, saí de casa para uma consulta odontológica. Obviamente, estive em isolamento, desde a última saída, nas eleições do ano passado. Somente uma emergência retirou-me de casa. Caso contrário, eu seguiria invicta … Ler mais

Razões para caminhar, faça chuva ou faça sol

À escrivaninha. 28° lá fora. Céu enevoado e esbranquiçado. Uma brisa leve deliciosa levanta as cortinas. Nas últimas semanas, a chuva tem saudado as noites e as manhãs. Não tenho me levantado e saído para caminhar. Perdi as caminhadas das manhãs de segunda, como eu havia me disposto a fazer. Houve alguns dias em que não … Ler mais

Razões para fazer caminhadas ao sol

À escrivaninha. 27°C lá fora. Céu azul limpíssimo, com um solzinho tímido de primavera. Comecei a caminhar, ao ar livre, pela manhã, após todos estes meses de pandemia, dentro de casa. Nem sei como consegui ficar sem tomar sol por tanto tempo. De máscara, óculos escuros, tênis e “legging”, ando devagar, por 15 a 30 … Ler mais

Você deve colocar a máscara de oxigênio primeiro

À escrivaninha, 35°C lá fora. Céu azul limpíssimo, porém nublado. Parece verão, mas estamos na primavera. Um hábito fundamental para preservar nossa saúde mental é semelhante ao que ouvimos nas companhias aéreas: ” Coloque sua própria máscara de oxigênio, antes de ajudar outras pessoas”. Uma das coisas importantes sobre o envelhecimento é sabermos quando colocar … Ler mais

Como criar novos hábitos na pandemia

À escrivaninha. 19ºC, lá fora, e muita chuva. Inverno se foi, com o calor, e primavera chegou, com frio e chuva. O clima endoidou. Durante o distanciamento social, afastei-me, deliberadamente das atividades presenciais, a ponto de não sair de casa para absolutamente nada. Ao reorientar minhas atividades diárias, acrescentei coisas novas para preencher o tempo … Ler mais

Sinais de que precisamos desacelerar

À escrivaninha. 28°C lá fora. Céu maravilhosamente azul! Que dia lindo, quentinho e agradável de inverno. O mundo está mudando e há um impulso para uma forma de vida mais simples. Uma maneira mais frugal de viver os nossos dias, é definitivamente alcançável. Precisamos de desaceleração, de um modo de vida mais suave. De aprender … Ler mais