Qual é a qualidade de suas amizades?

À escrivaninha. 22°C lá fora! O sol despontou, azulando o céu deste outono tão frio dos últimos dias. Este clima ameno tem me motivado a caminhar mais ao ar livre.  Esta manhã, em minha leitura matinal, ainda na cama, vi uma definição interessante que me fez refletir sobre a qualidade de minhas amizades: “Amigos são pessoas … Ler mais

Que caiam as máscaras

À escrivaninha. 32°C lá fora. Céu encoberto. Vento fabuloso levando as cortinas às alturas. Precisei sair para atestar minha vida, a fim de continuar recebendo os proventos da aposentadoria. Entrei no Uber, distraída . Preciso concentrar-me no presente. Três quarteirões à frente, observei o motorista sem máscara. Questionei por que estava sem máscara e ele … Ler mais

Sem impetuosidade e paixão o tempo todo

À escrivaninha. 24°C lá fora. O céu nublado anuncia um sábado chuvoso. Tempestade à vista, prevê a meteorologia. Tem sido assim, em meu coração, nos últimos dias. O modo como a vida se desenrola, atualmente, provoca uma oscilação no corpo e na mente. Há dias em que acordo, vejo a casa desarrumada e penso: “que … Ler mais

Mova-se em busca da energia do sol

À escrivaninha.  25°C lá fora. O céu está cinzento. A primavera continua fria e nublada, mesmo com um solzinho tímido. Quero luz e calor! Enquanto você ainda tem condições, vá a lugares, faça coisas. Esta frase, que ouço frequentemente, finalmente, me impactou, quando visitei meu pai, há alguns dias. Ele segue o mesmo padrão de … Ler mais

Esperando a magia da serendipidade me encontrar

À escrivaninha. 32°C lá fora. O sol brilha em um céu absurdamente azul. O frio se foi. Isto é tão bom. Então, estamos de volta ao avanço de Covid, com aumento de casos e internações. O Rio continua sendo um lugar adorável para se viver, mas, se pudéssemos nos livrar de algumas pessoas irresponsáveis, as coisas … Ler mais

É como estar em férias permanentes

À escrivaninha. 22ºC lá fora. Céu limpo, sem nuvem alguma. Um tapete azul deslumbrante. Está maravilhoso assim. Já basta de frio. Curiosamente, estou de casaquinho leve e meias dentro de casa… Aceitei, finalmente, que estou livre da responsabilidade de ter de trabalhar. Eu perdi tanto tempo tentando desempenhar um papel de ocupada que não era mais … Ler mais

Aposentar-se é escrever um novo capítulo no livro da vida

À escrivaninha. 14ºC lá fora. Céu nublado. Um vento frio me estremece. Vejo a aposentadoria como um novo capítulo de um livro, com variações no tema central e novas inserções no enredo. Com essa perspectiva aliada à minha personalidade impulsiva e intempestiva, mergulhei totalmente no enredo de minha aposentadoria. Eu continuo a acordar cedo com … Ler mais