O poder do não-violento “não”

À escrivaninha. 24oC lá fora. Inverno fresquinho, com direito a céu de um azul radiante, salpicado com nuvens brancas. Sentada em minha cama, ouço a música que vem da sala. Terminei a leitura de Mansfield Park, da Austen. Assisti, novamente, ao filme “O Palácio das Ilusões”, de 1999, com Jonny Lee Miller e Frances O’Connor, … Ler mais O poder do não-violento “não”