Novos hábitos na pandemia

À escrivaninha. 19ºC, lá fora, e muita chuva. Inverno se foi, com o calor, e primavera chegou, com frio e chuva. O clima endoidou.

Durante o distanciamento social, afastei-me, deliberadamente das atividades presenciais, a ponto de não sair de casa para absolutamente nada.

Ao reorientar minhas atividades diárias, acrescentei coisas novas para preencher o tempo vago, imposto pela Covid-19.

Então, pensando em preservar minha saúde mental e emocional, incorporei estes hábitos à minha rotina diária, na quarentena, e pretendo mantê-los por muito tempo.

Manter-me ativa

* Alongar-me e fazer ginástica Lion Gong todas as manhãs
* Fazer o treino assistido de ginástica sênior, 3 vezes por semana
* Realizar pequenas tarefas diárias de organização da casa

Manter-me conectada

* Participar de reuniões virtuais do Clube do livro
* Conversar, em ligações de vídeo, com amigas queridas
* Interagir com pessoas em minhas redes sociais

Manter-me criativa

* Produzir conteúdo para posts neste blog
* Gerenciar novo blog com registros do clube do livro
* Experimentar novas receitas, com o que estiver disponível na cozinha
* Fazer cursos no aplicativo Coursera

Manter-me contemplativa

* Escrever em meu diário e relembrar boas memórias
* Apreciar a natureza, o aspecto do céu, o calor, a chuva e o vento
* Observar o desenvolvimento de minhas plantinhas na varanda
* Meditar e agradecer cada dia alcançado

Manter-me lúcida

* Resolver palavras cruzadas e Sudoku
* Jogar Uno e Hayday no celular

Meus dias são programados, no Evernote. Anoto as atividades prazerosas do dia e os compromissos domésticos e burocráticos também.

Não sei quando voltaremos a conviver com segurança. Enquanto esse momento não chega, sigo cuidando de minha mente e de meu corpo.

Ler, escrever, observar, jogar, interagir, criar, meditar.

Fiquem bem.

Imagem: Pixabay, em Pexels