Primeiro havia o sonho

À escrivaninha. 14°C lá fora. Céu nublado e um sol tímido tenta nos enganar de que o inverno pede passagem, antes da hora. Estranhamente, não ouvi bem-te-vis hoje…

Experimente algo novo regularmente, ouço e leio com frequência. Você tem muita liberdade recém-descoberta e tempo com um ninho vazio. Então, por que não preenchê-lo com hobbies que você sempre quis experimentar ? Ultimamente tenho me feito essa pergunta. Por que procurar um passatempo se tenho um sonho?

É sábado de manhã e devo estar quase terminando de escrever os capítulos de uma história que comecei como um hobby. Descobri, no meio do caminho, que não estou mais apenas vivendo o meu sonho de vários anos atrás. Estou fazendo o que sempre quis fazer: torná-lo realidade.

Quando peguei o meu sonho e comecei a trabalhar nele, tornou-se algo diferente. Às vezes, perco de vista a maravilha do sonho. Sim, há trabalho para fazê-lo acontecer. Mas primeiro havia o sonho. É importante não esquecer minha inspiração, minha paixão, meu sonho.

Comprometi-me a terminar uma certa quantidade de capítulos de minha história até o meio do ano. Comecei a planejar escrever um romance, no fim do ano passado, para minha realização pessoal. Meses depois, envolvi pessoas no processo: mentores, leitores beta, entrevistados. De repente me dei conta de que não podia mais voltar atrás. Meu sonho havia se transformado em um projeto assustador e maravilhoso.

Não sei em que esse sonho-projeto-trabalho se tornará. Provavelmente, fique engavetado, timidamente. Talvez, ganhe asas e viaje o mundo. Em meus sonhos tudo é possível. Não penso no futuro. Concentro-me na jornada e ela é excitantemente estimuladora.

Usei, propositalmente, vários advérbios “talvez” e outros tantos terminados em “mente” neste post. Talvez seja minha mente alertando-me de minhas dúvidas. Talvez seja minha imaginação avisando-me de que meu sonho é uma mentira. Sua mente sempre mente para você. Talvez.

Por ora, continuo motivada a trabalhar diligentemente para que esse meu sonho se torne uma realidade. Estou empolgada. Certamente.

1 comentário em “Primeiro havia o sonho”

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.