Não se apresse

À escrivaninha. 36°C lá fora. Vamos com calma porque está fogo!

Quando você aposenta, há menos necessidade de se apressar. Estou, gradualmente, aprendendo a desacelerar um pouco. E nunca me apressar.

Nunca se apressar relaciona-se à ideia de diminuir o estresse da correria diária e focar em momentos significativos. Trata-se de fazer uma pausa, respirar e parar de correr pela vida. Apressar menos, estressar menos, respirar mais e agradecer por essa vida que nos foi dada. Trata-se de ter autocontrole e escolher, diariamente, em qual caminho vamos seguir.

Não consigo parar de envelhecer, mas posso controlar como reajo a isso. Nunca me apressar traz uma sensação de paz e tranquilidade que estava faltando antes.

Decidi simplificar. Decidi o que realmente importa para mim. Meus valores pessoais envolvem permanecer saudável e viver bem, manter relacionamentos saudáveis ​​com minha filha e neta, ser independente e fazer as coisas que eu amo.

Quando o dia fica estressante, revejo meus valores para me trazer de volta ao que desejo e amo. Eles me lembram o que é relevante: vida saudável, bom relacionamento familiar e autonomia.

Por fim, estou trabalhando o meu senso de humor na vida. O bom humor alivia o estresse mental e pode ter efeitos profundos na saúde física. Tenho me cercado de pessoas felizes que me apoiam na felicidade e nas lutas. Eu tenho amigos  com um senso de humor peculiar, daqueles que riem de algo quando ninguém mais vê o humor.  É preciso ter amigos assim.

Então, não se apresse. Aprecie os momentos. Os anos são longos, mas os dias são curtos.

Imagem: Designecologist by Pexels

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.