No silêncio do dia

À escrivaninha. 27°C lá fora. Gosto de estar sozinha, neste solzinho tímido de outono.

A aposentadoria torna mais fácil a adaptação a este período de pandemia. Estou tranquila, apesar desse distanciamento obrigatório, causado pelo COVID-19.

Sinto por toda a tragédia humana, obviamente. Embora eu esteja preocupada e consciente da seriedade da atual crise mundial, de uma perspectiva pessoal, esse período de silêncio forçado, em casa, tem sido bastante terapêutico e produtivo.

Gosto de passar tempo com as minhas meninas, mas, quanto mais envelheço, aprecio um pouco de tempo e espaço apenas para mim. Estou apenas me permitindo respirar e absorver a calma.

Enquanto tiver de ficar em casa, quero aproveitar este ritmo mais lento da vida. Tempo para refletir e apreciar cada pôr do sol. Sentar-me, ao final de cada tarde sobrevivida, com uma xícara de café na mão.

Imagem: Anastasia Shuraeva by Pexels

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.