Minha fantasia de prazer

À escrivaninha. 21°C lá fora. Céu cinzento, nublado e triste. É cedo, os passarinhos começam sua cantoria. Ouço um bem-te-vi saudando a manhã. Um galo canta ao longe.

Há algumas semanas, passei a ler, todos os dias, ao acordar, ainda na cama. Tenho acordado muito cedo. Percebi que meu ritmo e rendimento nas leituras têm melhorado bastante. Mantenho o Kindle ao alcance e nem vejo a hora passar. Enquanto as meninas não despertam, tenho cerca de uma hora de leitura. Tem sido uma boa experiência.

Tenho lido tantos livros, em uma variedade de gêneros, para o clube do livro e outras leituras coletivas. Sinto-me tão empolgada por ter algumas pessoas interessadas na ideia de ler e discutir livros online! Eu leio, puramente, para o meu prazer. Mais de um livro ao mesmo tempo. E isto é fascinante.

Em minha fantasia, vejo um grupo diversificado de amantes da leitura reunido para conversas fabulosas e brilhantes. Nós discutimos os livros de maneira educada e construtiva; nós sempre aparecemos; nós sempre lemos o livro e temos os comentários mais interessantes sobre ele. Vejo as pessoas se sentindo muito bem consigo mesmas e com o que compartilharam, e ansiosas para se encontrarem novamente!

Sim, eu sei. Eu entendo que é uma fantasia total. Deixem-me sonhar…

Nem todo mundo segue meu ritmo e animação. Minhas meninas, aqui em casa, não gostam de ler. Não seguiram meu exemplo e nem comungam minha admiração pelos livros. Nos clubes do livro, às vezes, percebo o desinteresse também. Não compreendo como isto pode ser possível, já que a leitura, além de ser minha ferramenta de trabalho, é minha paixão.

Enfim, viver e deixar viverem. E me deixem sonhar também.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.