Processando o banco de dados de nosso coração

À escrivaninha. 21ºC lá fora. Céu maravilhosamente azul pincelado de nuvenzinhas. Uma lufada de vento fresco. Clima tristemente outonal. Os níveis de estresse estão altos. A pandemia segue mudando estilos de vida e interferindo em relacionamentos. A convivência compulsória, durante 24 horas, tem afastado pessoas. Assisto, impotente, pessoas queridas enfrentando conflitos familiares e pessoais, fim … Ler mais

A vida é muito curta para ser ressentida

À escrivaninha. 27ºC lá fora. Céu encoberto com um tom azul acinzentado. O sol apareceu, pela manhã, e foi embora no meio da tarde. Não aprecio dias nublados. Passamos por uma pandemia de Covid-19, e ninguém imaginou o quanto seria terrivelmente longa e dolorosa. As perdas que enfrentamos, em todos os aspectos, são insuperáveis. A … Ler mais

De que sentimentos preciso nestes tempos tão estranhos?

À escrivaninha. 23°C lá fora. Céu encoberto e uma brisa fria sugerem meias para aquecer os pés. Estive pensando a respeito de mudanças necessárias em meu estado de espírito, daqui para a frente. Há sentimentos que, definitivamente, precisam ser alimentados. Outros, devem ser exterminados de minha vida. Nestes anos de pandemia precisamos de muita sabedoria para equilibrar emoção … Ler mais

Apenas continue a viver da melhor forma todos os dias

À escrivaninha. 22°C lá fora. Céu nublado. A chuva vem toda noite. Outono. Observo meus braços e pernas mais flexíveis e fortes, e minha postura muito melhor. Minha professora e treinadora de ginástica percebeu meus ombros alinhados, não mais caídos ligeiramente para a esquerda. Agora tenho uma marcha mais centrada e correta. E uma postura protetora ao … Ler mais

Procurar alegria em meio à dor

À escrivaninha. 22°C lá fora. Chove desde cedo. Outono molhado e melancólico. São tantas notícias ruins, que só penso em viver cada dia com gratidão e leveza. A vida é cheia de momentos de muitas alegrias, se decidirmos focar neles. Precisamos resistir ao ímpeto de apenas mergulhar nos problemas e não atentarmos ao que nos … Ler mais

Como enfrentar as tempestades diárias

À escrivaninha. 26ºC lá fora. Céu azulzíssimo e um calorzinho outonal discreto. Hoje é Domingo de Páscoa. Amanhã é o aniversário de meu Anjo. Creio na ressurreição. Não compreendo este mistério, mas creio. Ocasionalmente, alguma circunstância foge de nosso controle. O cérebro entra em colapso. As emoções são contraditórias. Nestes momentos, o autocontrole depende de … Ler mais

À procura de alegria

À escrivaninha. 34ºC lá fora. Céu azulzíssimo e um calor outonal maravilhoso. Amo este tempo. Dias lentos e ocupados. Decidi, no início da pandemia, que tipo de semana eu queria ter e criei alguns hábitos. Tem funcionado bem para mim, até o momento.. Definitivamente, não sigo mais nenhuma rotina específica. O que preenche a minha vida … Ler mais