De que sentimentos preciso nestes tempos tão estranhos?

À escrivaninha. 23°C lá fora. Céu encoberto e uma brisa fria sugerem meias para aquecer os pés. Estive pensando a respeito de mudanças necessárias em meu estado de espírito, daqui para a frente. Há sentimentos que, definitivamente, precisam ser alimentados. Outros, devem ser exterminados de minha vida. Nestes anos de pandemia precisamos de muita sabedoria para equilibrar emoção … Ler mais

Apenas continue a viver da melhor forma todos os dias

À escrivaninha. 22°C lá fora. Céu nublado. A chuva vem toda noite. Outono. Observo meus braços e pernas mais flexíveis e fortes, e minha postura muito melhor. Minha professora e treinadora de ginástica percebeu meus ombros alinhados, não mais caídos ligeiramente para a esquerda. Agora tenho uma marcha mais centrada e correta. E uma postura protetora ao … Ler mais

Procurar alegria em meio à dor

À escrivaninha. 22°C lá fora. Chove desde cedo. Outono molhado e melancólico. São tantas notícias ruins, que só penso em viver cada dia com gratidão e leveza. A vida é cheia de momentos de muitas alegrias, se decidirmos focar neles. Precisamos resistir ao ímpeto de apenas mergulhar nos problemas e não atentarmos ao que nos … Ler mais

Como enfrentar as tempestades diárias

À escrivaninha. 26ºC lá fora. Céu azulzíssimo e um calorzinho outonal discreto. Hoje é Domingo de Páscoa. Amanhã é o aniversário de meu Anjo. Creio na ressurreição. Não compreendo este mistério, mas creio. Ocasionalmente, alguma circunstância foge de nosso controle. O cérebro entra em colapso. As emoções são contraditórias. Nestes momentos, o autocontrole depende de … Ler mais

À procura de alegria

À escrivaninha. 34ºC lá fora. Céu azulzíssimo e um calor outonal maravilhoso. Amo este tempo. Dias lentos e ocupados. Decidi, no início da pandemia, que tipo de semana eu queria ter e criei alguns hábitos. Tem funcionado bem para mim, até o momento.. Definitivamente, não sigo mais nenhuma rotina específica. O que preenche a minha vida … Ler mais

Como manter o sorriso na pandemia

À escrivaninha. Faz 32°C lá fora. Céu nublado, sol escondido enganando os incautos que saem para caminhar sem filtro solar. Pela primeira vez, este ano, saí de casa para uma consulta odontológica. Obviamente, estive em isolamento, desde a última saída, nas eleições do ano passado. Somente uma emergência retirou-me de casa. Caso contrário, eu seguiria invicta … Ler mais

Como incorporei novas (velhas) atividades de lazer

À escrivaninha. Faz 27°C lá fora! Chuva, enfim, após dias tórridos no verão carioca. Confinada no apartamento, adaptamos a vida, com atividades de lazer, regadas a muita água gelada, banhos frios e ventiladores. Desde que entramos em distanciamento social, tenho me esforçado para realmente apreciar as pequenas coisas que me dão prazer. Impressiono-me como o simples … Ler mais