Quero escrever sobre o que ilumina a mente e afaga meu coração

À escrivaninha. 28º lá fora. Céu acinzentado e encoberto. Sinto uma brisa fria outonal. Por mais de uma década, eu escrevi, em meu extinto blog, sobre o meu cansaço e o meu mau humor, paralelos ao meu amor e à minha dedicação à Educação. Escrevi, também, sobre a preocupação com o impacto de minhas atitudes na … Ler mais

Por que escrevo no meu fabuloso diário de reflexões absolutamente pessoais?

À escrivaninha. 27°C lá fora. Céu nublado e uma brisa maravilhosa outonal. Sobre escrever reflexões em cadernos: mantenha um fabuloso diário de reflexões absolutamente pessoais. Não escrevo um diário. Encaro meu caderno como espaço de reflexão em que posso analisar meus sentimentos e pensamentos. E dizer para mim mesma o que não devo dizer às pessoas. Porque me … Ler mais

Eu gosto de ficar dentro de minha casa feito um gato

À escrivaninha. 24°C lá fora. Céu nublado. Solzinho tímido de outono. Eu gosto de ficar quieta dentro de casa. Parafraseando Roseana Murray, gosto de ficar em casa feito um gato. Não aprecio aglomerações e tento evitá-las com determinação. Mais de um ano em casa solidificou esta minha característica. Sair para a rua parece-me a coisa mais difícil … Ler mais

Já pensou em mudar completamente de lugar?

À escrivaninha. 28º lá fora. Após a efervescência dos dias de verão, estamos aproveitando temperaturas mais amenas. Logo chegará o outono, a estação perfeita. Minhas amigas confidenciaram-me seus planos de mudarem para outro lugar, fora do Rio, com praias maravilhosas e com pouca badalação. Morar no interior, onde haja uma infraestrutura de saúde razoável ou … Ler mais

Lição que aprendi no ano velho de 2020

À escrivaninha. 31º C lá fora. Céu limpo, com um azul clarinho e nuvens, muitas nuvens. E um calor escaldante, com sensação térmica de 34°C, característico desta cidade. Primeira semana de janeiro, e não tenho planos ou metas definidas para o ano novo, diante da incerteza de uma vacina para a epidemia. Há, apenas, uma … Ler mais

Por que estou vendo a vida passar

À escrivaninha.  28 º lá fora. O céu permanece nublado, esbranquiçado. Parou de chover. O sol primaveril apareceu, sobre o céu encoberto. No grupo de mulheres de que participo, discutíamos sobre envelhecimento saudável. Uma amiga querida citou-me como um exemplo de envelhecer com ternura e naturalidade. Refleti sobre isto e constatei que não tenho problemas típicos … Ler mais

Razões para caminhar, faça chuva ou faça sol

À escrivaninha. 28° lá fora. Céu enevoado e esbranquiçado. Uma brisa leve deliciosa levanta as cortinas. Nas últimas semanas, a chuva tem saudado as noites e as manhãs. Não tenho me levantado e saído para caminhar. Perdi as caminhadas das manhãs de segunda, como eu havia me disposto a fazer. Houve alguns dias em que não … Ler mais